Posted in Crônicas

Expectativas – Falsas ou Verdadeiras

Quando a ideia no papel não é a mesma na realidade

Expectativas – Falsas ou Verdadeiras Posted on 30 de Janeiro de 2018

Amante das letras, da música e da fotografia. Capricorniano, gaúcho nato e apaixonado pelos pampas do Sul. Criador do site Na Companhia do Café e autor de todos os textos postados aqui.

expectativas

Expectativas. Que atire a primeira pedra aqui quem nunca sofreu por uma falsa expectativa? Quem já perdeu noites de sono ansioso para acordar de manhã e se ver desiludido?

Primeiramente vamos falar sobre criar expectativas em alguém, sonhar acordado com uma pessoa que você está namorando à longa data. Nada melhor que conhecer alguém que fala sobre planos ao longo da vida a dois, sentados em um banco de uma praça vendo um belo pôr-do-sol. Conversando por horas sobre como será o dia a dia que lá no futuro. Então seu coração acelera mais a cada só de pensar que tudo aquilo é com aquela pessoa que olha nos teus olhos cheios de esperança.

Expectativa é uma via de mão única porque você constrói uma realidade virtual que invade seus sonhos, mexe com sua imaginação. De cabeça você projeta um edifício, aquilo o deixa inquieto com riqueza de detalhes, estruturas, portas, janelas, enfim. Até que um dia você larga na mão de um profissional de confiança que faz tudo errado.

Você fica numa posição difícil sem saber o que dizer ou fazer e tudo aquilo lá no início começa a dar um sentido diferente e aquela alegria e entusiasmo dá lugar ao medo. Criou uma atmosfera de alegria e sucesso, contagiou todo mundo com ela. Com esse resultado você acaba de criar uma falsa expectativa pra todos que esperavam pela sua ideia formada como falou aos quatro cantos.

As pessoas fazem exatamente isso nas relações, construindo um mundo belo e perfeito onde você é o protagonista até que um dia o sonho vira pesadelo. Pessoas que constroem sonhos alicerçados em expectativas até que se revelam em falsas. E isso, amigos, corrói por dentro os corações mais justos, sensíveis e honestos que já pisaram nessa terra.

Desde pequenos lemos no livro O Pequeno Príncipe a frase Você é responsável por tudo aquilo que cativas. Nela levamos a ideia do quanto devemos cuidar o que prometemos. A palavra quando falada, entendemos que faremos ou seremos algo que será a diferença na vida de alguém e é de suma responsabilidade nossa.

Quando nos deparamos com pessoas que mexem com nossos sonhos muitas vezes nos obrigam a se proteger. Mas e quando toda a proteção não é suficiente? Nos resta lamentar por esta pessoa que cruzou nosso caminho e deixar que suas ações plantadas hoje no futuro serão reveladas na colheita.

Afinal não seremos nós que julgaremos alguém por ter brincado com nossos sonhos. Não será motivo de deixar de sonhar. Porque quem cria falsas expectativas são pessoas tão vazias quanto um poço seco!

Pessoas assim precisam de alguém que tenha sonhos, ideias, planos. Por conta disso nos atraem para que vivamos o sonho delas. Ainda mais que, com a convivência, nunca realizamos os nossos. Busque alguém que queira isso junto contigo estando ao seu lado. Realize com alguém que veja você junto com ela lá no futuro.

Dedico este texto ao Martinha Almeida Borba por inspirar não só esta crônica, mas também muitas pessoas que irão ler.

 

Paz e Luz a todos! Até a próxima!

Conheça nossa página no Facebook – Na Companhia do Café

Amante das letras, da música e da fotografia. Capricorniano, gaúcho nato e apaixonado pelos pampas do Sul. Criador do site Na Companhia do Café e autor de todos os textos postados aqui.

Pin It on Pinterest