Posted in Crônicas

Como Não Magoar as Pessoas

A difícil tarefa de não julgar pessoas que o mal interpretam

Como Não Magoar as Pessoas Posted on 11 de Fevereiro de 2018

Amante das letras, da música e da fotografia. Criador do site Na Companhia do Café e autor de todos os textos postados aqui.

Como não magoar as pessoas

Como não magoar as pessoas com a sua sabedoria? Como não julgar com o seus conselhos mal interpretado? Como explicar um ponto de vista sem parecer dar lição de moral?

Saber nunca é demais, sendo ou não formado em uma renomada faculdade. Você pode ser um doutor seja de humanas ou exatas, não importa, continuará sendo você mesmo. Esse é o pensamento que levamos conosco pois sabemos que não são nossos títulos que dirão quem somos. Principalmente por dentro.

Até mesmo um auto-didata pode um dia querer fazer um trabalho de um doutor e o resultado sair tão bem quanto. E ele foi capaz de fazer isso pois não tinha títulos, tinha era o conhecimento. Todos nós podemos aprender as mesmas coisas independente da fonte. Temos a internet, as bibliotecas, os sebos.

Saber muito sobre tudo nos torna chatos, por vezes prepotentes, arrogantes. Então como não magoar as pessoas?

As vezes devemos reaprender sobre a humildade encurtando frases, sendo mais objetivos tornando-as menos agressivas. Fazendo isso deixamos o discurso para nós mesmos nos poupando de críticas que podem até magoar. Um conselho vindo de alguém inteligente pode ser mal interpretado, podendo até julgar uma pessoa sem querer.

É natural alguém mais refinado de conhecimento queira explicar alguma coisa com mais riqueza de detalhes por querer estar seguro de que entendeu a resposta. Se você pergunta “Você acha errado alguém dar flores para alguém que ama?” não se assuste se a respostas levar uma hora para ser concluída.

O inteligente já desde muito novo sofre com o medo de não ser aceito no grupo. Existem muitos adultos com histórias da época de colégio que foram muito criticados pelos colegas por ser o CDF da turma. Eram alunos com ótimas notas, mas a convivência com os colegas era muito difícil, viviam isolados em escadarias ou áreas retiradas.

Saber como não magoar as pessoas é mais simples do que se imagina

Pra evitarmos julgar alguém sem querer é não dar conselhos a não ser que lhe peçam. Ninguém, absolutamente NINGUÉM vai entender se fizerem isso: “Cara, não devia ter dito pro Juquinha ter dobrado a esquina. Sou um idiota!”. E você, responde: “Nunca diga a uma pessoa onde ela deve ir. Você não sabe o quanto isso a faz se sentir inútil!” O efeito disso, minha gente, é estar concordando com o cidadão que ele é um idiota. Torça para que ele não lute Jiu Jitsu. Bastava apenas dizer: Putz, mas ele chegou lá? Ou simplesmente fale um “Bah!” e pronto.

Nem todos aceitam conselhos principalmente vindo de quem não se conhece. Devemos nos policiar um pouco e deixar que outros façam esse papel. Conselho é bom, mas nem todos gostam. A boa intenção em querer deixar a história mais clara pode, até mesmo, nos levar a cansar as pessoas. Já observaram que algumas vezes bocejam enquanto você fala? Significa que está na hora de parar ou resumir mais ainda.

Você não deixa de ser especial sendo breve nas suas respostas e muito menos grosseiro por falar “Eu não sei te dizer sobre isso!” por pedirem sua opinião caso não esteja seguro em falar naquele momento. Muitas vezes a brevidade é a melhor demonstração de inteligência.

Paz e Luz pra todos! Até a próxima!
Conheça nossa página no Facebook – Na Companhia do Café

Amante das letras, da música e da fotografia. Criador do site Na Companhia do Café e autor de todos os textos postados aqui.

Pin It on Pinterest

error: Conteúdo Protegido.